2 de nov de 2010

Deus faz aliança com seu povo

O PLANO DE AMOR DE DEUS, NO ANTIGO TESTAMENTO

Hoje vamos conhecer como se deu a história da formação do povo de Deus, o povo de Israel.
Após o pecado original, os homens viviam na esperança de que Deus cumprisse a Sua promessa de enviar um Salvador. Deus, então, decidiu preparar um povo, do qual deveria nascer o Messias, isto é, o Salvador.

Primeiro Deus escolheu um homem, de muita fé, chamado Abrão e lhe disse: "Abrão, sai da tua pátria, com tua família, e vai para a terra que Eu te mostrar. Farei de seus descendentes um povo muito grande" (Gn 12, 1-3)

Ora, Abrão e Sara, sua mulher, já eram velhos e Sara era estéril. Como seria possível ter descendentes?

Mas Abrão, que era homem de fé, confiou na Palavra de Deus e obediente ao seu chamado, partiu com sua família e todos os seus bens, para a Terra Prometida.

Deus, então, fez com Abrão uma aliança. Mudou seu nome de Abrão para Abraão que significa: pai de uma multidão e anuncia que ele e sua mulher teriam um filho. E um ano depois nasceu Isaac. Começou, então, a se formar o povo que Deus prometera a Abraão.

Alguns anos depois, Deus pediu a Abraão que oferecesse seu filho único e querido, em sacrifício. Abraão não entendeu e sofreu muito, mas acreditou em Deus e obedeceu. Quando estava pronto para oferecer seu filho, um anjo segurou sua mão e disse: "Abraão, não faças mal ao menino! Agora sei que temes a Deus: tu não me recusaste teu filho, teu único" (Gn 22, 12)

Deus o abençoou, por tão grande prova de fé, e fez com ele uma aliança, anunciando que da sua descendência nasceria o Salvador. (Gn 22, 1-18)

Isaac, filho de Abraão, teve dois filhos gêmeos: Esaú e Jacó. Deus lhe confirmou a promessa que havia feito a Abraão: "Eu sou o Deus de Abraão, teu pai. Nada temas, estou contigo. Eu te abençoarei e multiplicarei tua descendência por causa de Abraão, meu servo" (Gn 26, 24)

Jacó, neto de Abraão, viu o Senhor em sonho, que lhe disse: "Todas as nações serão abençoadas naquele que há de nascer de ti" (Gn 28)

Jacó teve 12 filhos. Deus também o abençoou e deu-lhe um novo nome: Israel. Por isso, sua descendência passou a se chamar Povo de Israel, nome com o qual são conhecidos até o dia de hoje. E a esse povo foram sempre renovadas as promessas da salvação.

José, o 11º filho de Israel, era bom e reto, era o filho predileto de seu pai, o que causava inveja a seus irmãos. Além disso, José costumava ter sonhos, nos quais os irmãos apareciam sempre se curvando diante dele, como se ele fosse o mais importante. Isso aumentava a inveja dos irmãos, que resolveram matá-lo. Um dos irmãos, porém, resolveu vendê-lo como escravo a uns mercadores que iam para o Egito. Lá, José foi preso injustamente, mas mesmo na prisão confiava nos caminhos de Deus.
Um dia, o Faraó teve um sonho que só José conseguiu interpretar, com a sabedoria que Deus lhe deu: "Sete vacas magras comiam sete vacas gordas e sete espigas secas destruíam sete espigas cheias".
José disse ao Faraó que aquele sonho era um aviso do que iria acontecer: depois de sete anos de fartura na colheita, haveria sete anos de seca.
O Faraó, então, nomeou-o vice-rei do Egito, e José organizou a colheita, para que fossem estocados os grãos nos primeiros sete anos de fartura.
Quando veio a seca, seus próprios irmãos foram ao Egito conseguir comida e José os recebeu, perdoou-os e mandou buscar seu velho pai Jacó.

Toda família de Jacó, então já muito grande, se mudou para o Egito. Aí eles se estabeleceram durante muito tempo. Então cresceram e se tornaram um povo muito numeroso.
Antes de morrer, Jacó abençoou todos os seus 12 filhos e anunciou que dos descendentes do seu 4º filho, Judá, deveria nascer aquele que era esperado por todas as nações, o Salvador Jesus.

Pense bem:

Assim como Deus chamou Abraão, Isaac e jacó, Deus chama cada uma de nós para uma missão, grande ou pequenininha.
Muitas vezes não a entendemos, não gostamos ou até achamos impossível cumpri-la.
Coragem! Tenha fé, confie no amor e na vontade de Deus para você!
Deus não se engana e nem nos engana...
Deste modo, você também poderá colaborar com o Seu plano de amor!

Vamos Celebrar:

Catequista: Houve um Povo Eleito por Deus.
Voz 1: Povo de Abraão, Povo de Israel
Voz 2: Povo Hebreu, povo Judeu.
Todos: Povo de Deus!

Catequista: Povo de onde viria o Salvador Jesus.
Voz 3: Povo que viveu uma profunda experiência com Deus.
Voz 4: Experiência que começou com Abraão, Isaac e Jacó.
Todos: Os pais do Povo de Israel, de onde partiu a bênção para todos os povos.

Catequista: O Senhor é nosso Deus. É um Deus fiel e amoroso que deseja fazer uma aliança de amor com todos e cada um de nós.

Todos: Eis-me aqui, Senhor, para fazer Tua vontade, para viver do Teu amor.

Atividades:

1) Alguns homens foram escolhidos por Deus para formar o seu povo. Correlacione os seus nomes com os fatos que marcaram suas vidas:
(a) Abraão (b) Isaac (c) Jacó (d) José

( )Vendido como escravo, interpretou um sonho do Faraó e foi nomeado vice-rei do Egito.
( ) Deus pede seu filho querido em sacrifício
( ) Teve 12 filhos. Deus o abençoou e lhe deu um novo nome: Israel.
( ) Deus lhe confirmou a promessa feita a seu pai e teve 2 filhos gêmeos.

2) Desenhe uma árvore genealógica com o nome dos patriarcas e de seus descendentes. Pesquise em Gênesis 35, 22b-29.

3) Procure na Bíblia a história do perdão de José, filho de Jacó e como foi grande sua capacidade de descobrir a vontade de Deus nos acontecimentos difíceis e mesmo assim, perdoar seus irmãos. Leia em Gênesis 45.

4) Pinte o sonho estranho do Faraó:



5) Para refletir em grupo: como você pode colaborar no plano de Deus?


Observação:
Este encontro está bem resumido, tendo em vista o tempo que a catequese dispõe para este assunto que, se dado detalhadamente, com certeza precisaria de 3 ou 4 encontros só falando disso.

Segue abaixo um modelo de genealogia dos patriarcas para ajudar na atividade nº 2:


Dica de site para pegar gravuras bíblicas: http://www.ebdonline.com.br/gravuras.htm

4 comentários:

Anônimo disse...

Sheila, bom dia...

vejo que voce é bem sincera naquilo em que voce crer, percebo que devemos estudar mais a Biblia, e voce em seu perfil diz a seguinte frase; "Dá-me a coragem de procurar a verdade, e de a dizer em qualquer tempo."
Entao quero estudar a Biblia buscar essa verdade.
nildo@sonner.com.br

mariazinha disse...

gostei muito do seu jeito de passar a palavra de Deus, parabéns Sheila, continue seu lindo trabalho, poderia tb facilitar como se deveria explicar o evangelho do dia ou seja na homilia uma peça ou jogral, tenho algumas que depois posso te passar tb, vejo que as crianças assimilam melhor com historinhas que eles mesmo se tocam, bjs

Jonathan Cruz disse...

Amei o encontro. Parabéns!!

Anônimo disse...

Parabéns e obrigada Sheila. Estou usando seu material para dar catequese.

Postar um comentário

Evangelizar é preciso!

Link-me