7 de nov de 2010

Moisés e os Dez Mandamentos

Vamos continuar conhecendo a história da Salvação?

Depois da morte de José, e durante 400 anos, o povo de Israel viveu no Egito. Eram chamados de Hebreus, e cresceram muito.
Com medo de que eles dominassem o Egito, um Faraó que não conhecera José, mandou escravizar os hebreus, e o povo passou a viver em muito sofrimento. Porém, sempre lembrando da promessa que Deus fizera a Abraão, o povo rezava e esperava.

Deus ouviu a oração do seu povo, e chamou um israelita, de nome Moisés (*), para libertar seu povo da escravidão do Egito.

Andando no deserto, Moisés viu um espinheiro que ardia no fogo, mas não se consumia. Foi diante desta sarça ardente que Deus falou a Moisés: "Moisés, Moisés! Não te aproximes daqui. Tira as sandálias dos teus pés, porque o lugar em que te encontras é uma terra santa. Eu sou o Deus de Abraão, de Isaac e de Jacó. Eu vi a aflição do meu povo que está no Egito, e ouvi os seus clamores. Vá, Eu te envio ao Faraó, para tirar do Egito os Israelitas, meu povo."(Ex 3)
Moisés achou que não era capaz de tão grande missão. Mas Deus lhe garantiu que Ele mesmo estaria ao seu lado. E revelou Seu nome: Javé.

Moisés, obediente, partiu para cumprir a missão que Deus lhe havia dado, mas o Faraó se recusou a deixar o povo partir.
Deus então feriu o Egito com dez pragas, esperando sempre que o Faraó cedesse, o que não aconteceu. Por fim, Deus mandou seu anjo matar todos os primogênitos do Egito e nessa mesma noite, os hebreus saíram do Egito.

Antes, porém, Deus pediu que eles fizessem uma ceia, matando um cordeiro por família, para alimentar-se e que usassem o sangue para marcar suas portas, pois o anjo do Senhor passaria pelo Egito para manifestar o poder de Deus e salvar os hebreus oprimidos.
Foi a Páscoa dos judeus, que eles comemoram até hoje, lembrando a passagem da escravidão no Egito para a liberdade, rumo à Terra Prometida.

O povo então pôs-se a caminho, atravessou o Mar Vermelho, e caminhou pelo deserto. No entanto, em muitos momentos, o povo fraquejou na fé, se revoltou contra Deus, e foi infiel, adorando outros deuses. Isso fez com que a travessia do deserto fosse difícil e demorada, mas Deus ia educando e cuidando de seu povo. Enviou do céu um alimento saboroso que caía durante a noite e alimentava a todos durante o dia: o maná.

Cinquenta dias após a primeira Páscoa, Deus se manifestou a Moisés e ao povo no Monte Sinai.
Deu-lhes os 10 mandamentos que constituem a Sua Lei: a Lei do amor a Deus e ao próximo.
Os 10 Mandamentos expressam a vontade de Deus para o homem, isto é, elas mostram como Deus quer que os homens vivam, para serem santos e felizes.

E o Senhor escreveu nas tábuas a Sua Lei, o texto da Aliança, que apresentamos de forma resumida:

1) Amarás a Deus sobre todas as coisas
2) Não dirás seu Santo Nome em vão
3) Santificarás o Dia do Senhor
4) Honrarás pai e mãe
5) Não matarás
6) Não pecarás contra a castidade
7) Não furtarás
8) Não levantarás falso testemunho
9) Não desejarás a mulher do próximo
10) Não cobiçarás as coisas alheias

No dia seguinte, Moisés celebrou a aliança de Deus com o seu povo, e as tábuas foram guardadas numa arca feita de madeira e recoberta de ouro, a Arca da Aliança. E após 40 anos no deserto, o povo chegou a Canaã, a Terra Prometida.

Pense bem:

Deus quer que todos nós, também eu e você, tenhamos confiança no Seu Amor por nós.
Deus chama cada um para uma missão.
Só obedece quem confia e tem certeza de que Deus é nosso Pai, e só quer o nosso bem.

Vamos celebrar:

Catequista: Rezemos juntos o cântico de libertação que o povo de Israel entoou quando viu a libertação que Deus realizava em seu favor (Ex 15)

1. Então Moisés e os israelitas entoaram em honra do Senhor o seguinte cântico: “Cantarei ao Senhor, porque ele manifestou sua glória. Precipitou no mar cavalos e cavaleiros.
2. O Senhor é a minha força e o objeto do meu cântico; foi ele quem me salvou. Ele é o meu Deus – eu o celebrarei; o Deus de meu pai – eu o exaltarei.
3. O Senhor é o herói dos combates, seu nome é Javé.
6. A vossa (mão) direita, ó Senhor, manifestou sua força. Vossa direita aniquilou o inimigo.
11. Quem entre os deuses é semelhante a vós, Senhor? Quem é semelhante a vós, glorioso por vossa santidade, temível por vossos feitos dignos de louvor, e que operais prodígios?
13. Conduzistes com bondade esse povo, que libertastes; e com vosso poder o guiastes à vossa morada santa.

Vamos cantar?

O mar se abriu, e o povo passou.(2x)
E os israelitas louvavam o senhor.(2x)
Para homens de fé! Abrem-se os caminhos.(2x)
O mar se abriu, e o povo passou.(2x)
Para homens sem fé! Fecham-se os caminhos.(2x)
O mar fechou! E o Egito se afogou!(2x)


Atividades:

1) Hoje conhecemos um pouco mais sobre a história da salvação. Observe as palavras abaixo e faça algum comentário referente ao tema do nosso encontro de hoje:

- ESCRAVIDÃO - CORDEIRO - PÁSCOA - LIBERTAÇÃO -
- DESERTO - MANDAMENTOS - ALIANÇA -

2) Deus nos dá pistas para sermos felizes e vivermos de acordo com sua vontade. Para isso servem os Mandamentos. Escreva, abaixo, ao lado do número correspondente, o significado que cada um deles tem para os nossos dias.

1º - _______________________________________________
2º - _______________________________________________
3º - _______________________________________________
4º - _______________________________________________
5º - _______________________________________________
6º - _______________________________________________
7º - _______________________________________________
8º - _______________________________________________
9º - _______________________________________________
10º- _______________________________________________

3) Para refletir: desembaralhe as letras e descubra a virtude que homens como Abraão e Moisés possuíam e era fundamental pra que realizassem bem o Plano de Deus:

I I B N O D A C Ê E

Agora que você descobriu, responda com sinceridade:
a) Sou um filho obediente?
b) Obedeço sem reclamar aquilo que meus pais ou professores pedem para que eu faça?
c) Faço de qualquer jeito o que me foi pedido ou me esforço para fazer o melhor possível?

Para colorir:



Divirta-se:


(*) conheça melhor a história de Moisés, clicando aqui.

9 comentários:

Karen disse...

Amiga linda do meu coração!!

Saudades de vc viu!!

Querida que sua semana seja maravilhosa!!
Cheia de felicidades e muitas Bençãos!!

Bjkas no seu coração

Karen

Anônimo disse...

Nossa adore esse encontro continue assim...
Sua criatividade ajuda muito a obra de DEUS na vida dos pequeninos.


Tamires

Anônimo disse...

MUITO BOM esse site!!!principalmente pra q tô iniciando. eh muito dificil encontrar sites cm esse...parabéns...q te ilumune cada vez mais!!!

Elane,16 anos, comunidade de Imaculada Conceição - Paróquia Nossa Senhora da Assunção.
Fortaleza-CE

Jonathan Cruz disse...

me ajudou demais esse encontro!!! paz e luzzzzz

asirg68 disse...

Sheila, o nono mandamento, no Catecismo de Aparecida de Aparecida, autoria de Afonsina Mendes Roma, 12a. edição, apresenta o nono mandamento assim: "Não desejar o marido ou a mulher do próximo. Ex. 20,17". Acho mais lógico, pois no antigo testamento era aquela mentalidade de menos importância às mulheres, por isto que o teor era aquele. Zenaide Pereira, 71 anos, Capela Nossa Senhora Aparecida e São Geraldo, Paróquia Santo Antonio e Santa Maria Goreti, da Coloninha. Florianópolis-SC

mazer disse...

conhecer a deus e ver pelo o espirito santo as coisas q ele faz em nassas vida e transformada

Anônimo disse...

Sou catequista com muito orgulho e fiquei muito feliz de encontrar um texto simples, singelo e inteligente em seu blog!
Obrigada!
Abs
Regiane

Anônimo disse...

Sheila,

Hoje que estou conhecendo o seu blog. Sou catecista em Niterói, RJ. Você é uma agraciada pelos seus dons, da palavra e criatividade.
Meus Parabéns, acredito que vou aproveitar muito as suas atividades para as crianças.
Que Deus te proteja sempre!
Regina

Anônimo disse...

Sheila,

Sou catequista, seus textos me ajudaram muito!
Continue assim essa catequista dedicada, entusiasmada e cheia de Deus, pois evangelizar e preciso.
Fique com Deus!

Abraço,
Ana Cristina - Itauna (MG)


Postar um comentário

Evangelizar é preciso!

Link-me