1 de fev de 2011

Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus



Jesus Cristo veio ao mundo para revelar a todos os homens a verdade: quem é Deus, quem somos nós, como Deus nos ama imensamente e para nos comunicar a graça de nos tornarmos filhos de Deus! (Jo 1)

Jesus revelou Deus nos seus ensinamentos, milagres, seus atos, sua presença, seu olhar, sua vida... pois Ele é o filho de Deus, Jesus é Deus, a segunda pessoa da Santíssima Trindade.

Muitos acreditaram Nele e se converteram. Outros ainda, não aceitaram seu testemunho, não acreditaram que Ele era o Messias anunciado pelos profetas e tramaram matá-lo.

Jesus então, sabendo que se aproximava o momento da sua morte, reuniu os apóstolos, para uma última refeição. Era quinta-feira da semana da Páscoa dos Judeus.

Esta festa recordava a libertação dos Judeus da escravidão do Egito. E o Senhor Jesus aproveitou esta festa para deixar aos apóstolos um novo significado a ser celebrado: a libertação da escravidão do pecado. A Páscoa de Jesus. A nossa Páscoa.

Durante a ceia, Jesus tomou o pão e o cálice com vinho, dizendo:

"Tomai e comei, isto é o meu corpo que é dado por vós". E depois:

"Tomai e bebei, isto é meu sangue, o sangue da nova e eterna aliança, que é derramado por vós e por muitos para a remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim."

Os apóstolos ficaram muito admirados, não entendiam o que Jesus fazia.

Só Jesus, o Filho de Deus, sabia o que estava fazendo: Ele estava se oferecendo a Deus Pai para morrer por nós. Ofereceu-se num sacrifício perfeitíssimo, porque Ele é Deus, para alcançar o perdão dos nossos pecados, e nós podermos voltar para Deus, não só como criaturas, mas como filhos!

Tudo por amor a nós!

Após a ceia, Jesus foi rezar no Monte das Oliveiras. Lá foi entregue por Judas Iscariotes, aos soldados, que O procuravam para matar. Foi humilhado, maltratado, ferido, abandonado por seus amigos e condenado a morrer na cruz. Era sexta-feira da semana da Páscoa dos Judeus. A Sexta-feira Santa.

Jesus completou na Cruz Seu sacrifício, oferecido na ceia, para salvar todos os homens. Todos mesmo! Adão, Eva, Abraão, Moisés, os apóstolos, eu, você... todos! Também os que irão nascer até o final dos tempos.

E estando na cruz, Jesus pede ao Pai: "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem".

Pede perdão para eles e para nós! É amor demais!

Sobre a cruz, sua última palavra é um grito de confiança: "Pai, nas Tuas mãos entrego o Meu espírito". Dizendo isso, lançou um grande grito e morreu.

Então, o centurião romano que estava diante de Jesus, vendo-o gritar daquele modo disse: "Verdadeiramente este homem era o Filho de Deus!" (Mc 15, 33-39)

Neste comentário de um centurião pagão o mistério de Jesus é plenamente revelado: Jesus é o Filho de Deus e com sua morte na cruz salvou toda a humanidade.

O relato da paixão de Jesus apresenta o amor de Deus e ao mesmo tempo todo o peso do pecado e da injustiça dos homens.

Na tarde da sexta-feira, Nossa Senhora e alguns amigos de Jesus sepultaram Seu corpo num túmulo novo.

A Ressurreição

Depois da morte de Jesus, seus apóstolos e discípulos ficaram tristes e confusos, mas, no terceiro dia, aconteceu o que Jesus já havia dito a eles: "O Filho do homem será entregue nas mãos dos homens e matá-lo-ão; e ressuscitará três dias depois de sua morte" (Mc 9, 31)

"É necessário que o Filho do homem sofra muitas coisas, seja levado a morte e que ressuscite ao terceiro dia" (Lc 9, 22)

E foi isso que aconteceu. No domingo, antes do amanhecer, três mulheres foram ao túmulo de Jesus embalsamar o Seu corpo, que fora sepultado às pressas. Encontraram o sepulcro vazio e um jovem com vestes deslumbrantes que lhes disse:

"Por que buscais entre os mortos o que vive? Ele não está aqui, ressuscitou. Ide dizei aos seus discípulos e a Pedro que o verão na Galiléia." (Lc 24, 1-8)

As mulheres, felizes, correram ao encontro dos apóstolos para lhes dar a notícia: JESUS RESSUSCITOU! E o coração de todos se encheu de uma grande alegria!

Os Evangelistas nos relatam várias aparições de Jesus, depois de ressuscitado: Mt 28, 16; Mc 16, 9-16; Lc 24, 13-49; Jo 20, 11-31; 21, 1-14; At 1, 1-3.

A ressurreição de Jesus é a prova dada aos discípulos e a todos os que crêem nEle. E Jesus nos chama a segui-lo: com a comunidade cristã descobrimos de maneira mais pessoal e profunda o seu mistério. Ele vive em nós.

E a Igreja, na Semana Santa, revive com solenidade o momento mais importante da vida do Senhor Jesus. A nossa participação nas celebrações litúrgicas podem se tornar ocasião propícia para conhecer e amar sempre mais o Senhor. Nós mesmos podemos encontrar gestos concretos de amor, oração e fé que nos levem a anunciar a todos que Jesus é o Salvador e vive para sempre.

A alegria da Páscoa é a certeza de que Jesus ressuscitou,
vencendo a morte e o pecado.

Vamos celebrar:

Catequista: Jesus, o Filho de Deus veio ao mundo para nos salvar!

Todos: Nós O conhecemos e O aceitamos na nossa vida.

Catequista: Falou de um Pai, seu Pai e nosso Pai; falou do amor vivente entre Ele e o Pai, o Espírito Santo; falou e viveu a vida dos homens como só Deus pode falar e viver.

Todos: Pai, fica em nossa casa; Jesus, faz com que o reconheçamos em nossa vida: Espírito Santo, restitui-nos o amor em nossos dias tão rodeados pelo mal, a injustiça, a violência.

Catequista: Jesus nasceu de uma Virgem, de nome Maria; viveu, morreu e venceu a morte, ressuscitando, para que ninguém ficasse perdido, mas pudesse continuar a viver para sempre.

Todos: Nós esperamos em Ti, Cristo vivo. Cristo que é o mesmo ontem, hoje e sempre!

Catequista: Se Jesus não tivesse dado a vida para nos salvar...

Todos: Não teríamos esperança

Catequista: Se Jesus não tivesse ressuscitado...

Todos: Estaríamos abandonados para sempre.

Catequista: Ainda hoje, Jesus nos chama a seguí-lo, a viver sua vida como Ele vive a nossa.

Todos: Senhor, quero seguir-te. E, se a fraqueza me dificulta a caminhada, dá-me a tua mão. Tu és mais forte do que o mal!

Catequista: Jesus, Filho de Deus, fundou um Reino de amor, onde cada homem e cada mulher encontram seu lugar, colaborando para o seu crescimento, em todo o lugar onde houver necessidade.

Todos:
Obrigado, Jesus, por sua morte na Cruz!
Obrigado, Jesus, pela salvação que nos dás.
Obrigado, Jesus, pelo imenso amor que tens por nós.
Acreditamos no teu amor: ensina-nos a amar aqueles que ninguém ama!

Catequista:
Vivamos hoje e sempre em Deus Pai, Filho e Espírito Santo.

Todos: Amém!

Atividades:

1) Jesus, morrendo na cruz, nos salva de todo o pecado. Procure no caça-palavras alguns pecados que nos impedem de viver a vida que Jesus nos dá com a sua Ressurreição:



2) Lendo a Bíblia:

Leia Lucas 24, 1-9 e complete o texto a seguir com os fatos que ocorreram no domingo da ressurreição de Jesus:

"No __________ dia da semana, muito cedo, as ______________ dirigiram-se ao sepulcro com os ____________ que haviam preparado. Acharam a pedra removida longe da abertura do sepulcro. Entraram, mas não encontraram o corpo do _____________________. Não sabiam elas o que pensar, quando apareceram em frente delas dois personagens com vestes resplandecentes. Como estivessem amedrontadas e voltassem o rosto para o chão, disseram-lhes eles: __________________________________________________ _____________________________________________________. Lembrai-vos de como ele vos disse, quando ainda estava na Galiléia: O Filho do Homem deve ser entregue nas mãos dos pecadores e crucificado, mas ________________ ao terceiro dia. Então elas se lembraram das palavras de Jesus. Voltando do sepulcro, contaram tudo isso aos __________________ e a todos os demais."


3) Loteria - marque um X na resposta certa:



4) Trabalhando em grupo:

Monte com seu grupo numa cartolina um quadro com noticias de jornal que mostrem:

SINAIS DA PRESENÇA DE JESUS RESSUSCITADO
X
SINAIS DA AUSÊNCIA DE JESUS RESSUSCITADO

Sugestões complementares:

- Este tema pode ser divido em dois encontros e, de preferência, encaixados próximo à Semana Santa.

- Pode-se aprofundar o estudo do Credo, pois fala da morte e ressurreição de Jesus.

- Também é uma boa oportunidade para rezar o terço com a turma, meditando os mistérios dolorosos.

11 comentários:

Artes da Dinh@ disse...

Olá seu blog é super fofo e com ótimo conteúdo.
Espero sua visita no meu.
http://catequesenanet.blogspot.com/

Anônimo disse...

Adoro este site... sempre busco idéias para meus encontros!!! Um beijo!!!

Anônimo disse...

Legal seu blog, nos auxilia para inovar nos encotros de catequeze.
Isolda

Cássia Rizzo disse...

Simplesmente maravilhoso...parabéns querida!

vanda maria disse...

seu site é tudo de bom..adoro visita-lo,catequista vanda em rio branco ac

Anônimo disse...

Gostei muito das suas ideias.Nos ajudou muito na preparação do encontro para a catequese da 1ª Eucaristia.

Bel de PADRE CARVALHO MINAS GERAIS!

Anônimo disse...

Muito obrigada, é o que tenho a lhe dizer. Este é o meu primeiro ano como catequista e o seu blog tem me ajudado muito!
Obrigada e que Deus te abençoe sempre.

Bruna Kelly, de JARDIM INGA LUZIANIA GOIAS

Anônimo disse...

muito bom esse site recomendo .
:) me ajudou a prepara o meu encontro uhuu

Anônimo disse...

Maravilhoso, me ajudou muito a preparar o encontro para meus catequisandos. Obrigada!!!

Valquiria Mosca disse...

Parabéns pelo seu blog, muito bom e ajuda muito.
Valquiria

eduarda maria disse...

ai gostei muito

Postar um comentário

Evangelizar é preciso!

Link-me